LEI ROUANET NOVAS REGRAS
10/05/2017
IBERESCENA INSCRIÇÕES ABERTAS
10/05/2017
Mostrar todos

PLANEJAMENTO NA PRODUÇÃO CULTURAL

Parece obvio o que eu vou falar agora, mas, infelizmente a maioria dos Artistas pecam, por não terem realizado um bom planejamento antes de iniciar o seu projeto cultural. Acabam passando o limite do orçamento,  tendo que pagar tudo em dobro por não terem escolhido um bom fornecedor, por erros no cronograma…  enfim… Os motivos são diversos…

Mas o que é planejar? Planejar é a arte de organizar os pensamentos, é pensar no todo e depois nas partes.  O Que acontece com os artistas às vezes é que se perdem no meio do caminho por serem tão apaixonados pelo que fazem, ou então acharem que esta tão complicado e burocrático e acabam se perdendo no sonho e deixando o seu projeto para trás. 

Por isso você deve sempre pensar nos quatro principais elementos que envolvem o seu projeto:

ECÔNOMICO: Tudo o que envolve de materiais, tecnologia, espaços, equipe, transporte, alimentação, cachês ensaios, sonoplastia, figurinista, Studio de gravação,  ou seja, os itens necessários de acordo com o seu projeto, independente se você é da área de música, circo, teatro, audiovisual…  Pense em tudo o que ele precisa para ser concretizado, desde o inicio até o final da produção, até o dia da sua estreia.

“E LEMBRE-SE QUE AO SER ECONÔMICO, VOCÊ NÃO PODE COMPROMETER O RESULTADO FINAL QUERENDO GASTAR POUCO OU MENOS DO QUE O PLANEJADO, CASO CONTRÁRIO, E MELHOR CONSIDERAR SEU PROJETO INVIÁVEL ECONOMICAMENTE FALANDO.”

MOTIVACIONAL: Você nunca deve se perder no meio do caminho esquecendo a razão principal, do porque você esta fazendo tudo isso. Às vezes a gente se perde no meio do caminho e temos que voltar para recuperar o significado do sonho, da razão da motivação para tudo acontecer.

SONHO. É A VONTADE DE TRANSFORMAÇÃO DE UMA INSPIRAÇÃO, EXECUÇÃO DO SONHO É O RESULTAD DE MUITO SUOR E FRUSTRAÇÃO PARA CONSTRUI-LO.

EQUIPE ENVOLVIDA: Às vezes é difícil pensar em equipe principalmente no inicio do projeto, pois, tudo para nós parece tão simples… não é mesmo? Por isso devemos pensar muito sobre o fator econômico, em todas as necessidades existentes dentro de uma produção cultural. Por mais simples que possa ser o seu projeto, ele precisa de uma equipe para pensar, discutir, organizar, executar e torna-lo realidade. As funções devem ser muito, mais muito bem desenhadas para cada integrante do grupo, ou então vocês devem contratar uma equipe de profissionais capacitados para trabalhar com vocês.

“PESSOAS COMPROMETIDAS SÃO MUITO MAIS IMPORTANTES DO QUE OS RECURSOS MATERIAIS E FINANCEIROS EM ABUNDÂNCIA. ”

PARA QUEM É O MEU PROJETO: Na maioria das vezes senão em todas, não pensamos nisso, principalmente porque somos artistas, não é mesmo? Somos levados a todo momento a nos inspirar, seja com uma música, com um filme, com um poema, com as pessoas ao nosso redor,  enfim…  Tudo acaba em um novo projeto, mas, jamais pensamos em quem assistirá, se o público irá gostar, Não é mesmo?  E Infelizmente o resultado disso, acaba sendo um espetáculo sem condições para custear uma temporada inteira, acabamos recebendo em nossa plateia amigos mais próximos, e alguns familiares, mas o que enche os olhos mesmo é ser reconhecido por um público que você não conhece… mas que acompanha o seu trabalho, eu sei que isso envolve também uma série de fatores como a comunicação por exemplo, mas, não custa nada pensar para quem é o seu projeto artístico, quem é o publico que vai “consumir”, o que você realizou, não há nada mais frustrante do que ter uma plateia vazia, num projeto onde foi envolvido uma energia imensa.

QUE ME PERDOEM OS GRANDES FILOSOFOS DA ARTE QUE DIZEM HAVER CRIADO OBRAS QUE “POUCO IMPORTA SE O PÚBLICO IRÁ GOSTAR”. A MEU VER, O ARTISTA TEM RAZÃO DE EXISTIR QUANDO COMPARTILHA SUAS IDÉIAS E IDENTIFICA ADEPTOS OU OBTÉM NOVOS PUBLICOS PARA A SUA ARTE.”

Esses quatro pilares devem andar junto com você sempre que você pensar em realizar um projeto cultural, claro que dentro de cada um deles há diversas outras tarefas a serem pensadas, discutidas, realizadas, mas somente destrinchando o seu projeto e entendendo o todo que é possível prosseguir.

Espero que com este conteúdo eu tenha contribuído com sua pesquisa de produção cultural! Se gostou compartilhe!

Os comentários estão encerrados.

Facebook Iconfacebook like buttonMeu blogMeu blogMeu blogMeu blog
Scroll Up